Venezuela

Destino de férias de praia
Fotos de: Venezuela
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
Campos de Golfe
O que visitar
Onde Comer
Onde Divertir
Consulados & Embaixadas
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Outros destinos turísticos em:
Venezuela
Isla Margarita

Venezuela
A Venezuela, oficialmente República Bolivariana da Venezuela, é um país tropical, na costa norte da América do Sul. O país possui várias ilhas fora de seu território continental situadas na sua costa no mar do Caribe, ou mar das Caraíbas. A Venezuela é uma antiga colónia espanhola que conquistou a sua independência em 1821.

A Venezuela é hoje um país pouco aconselhável a quem queira fazer férias, com exceção da Ilha Margarita.
Documentação
Não é necessário visto de entrada no país para estadias inferiores a três meses. É necessário passaporte com validade mínima de seis meses.

Dupla nacionalidade: a Lei de Cidadania determina que, em caso de possuir dupla nacionalidade, deverá utilizar os documentos de identidade venezuelanos para entrar, permanecer e sair do país.

Restrições Aduaneiras/Sanitárias à Importação de Produtos: Não é permitida a importação de produtos de origem animal e vegetal ou grandes quantidades de medicamentos.
Língua oficial
Espanhol
Moeda
Bolivar Venezuelano
Aos turistas é aconselhável usar o dólar, procurando a melhor oferta de câmbio.
Turismo
Alvo de grande destaque internacional na última década por questões de cunho político, a Venezuela é um país que tem muito mais a oferecer aos seus visitantes do que acaloradas discussões sobre o regime de governo de Hugo Chávez.

A sua geografia variada, constituída por um amplo litoral, planícies e a Cordilheira dos Andes, torna o país destino para as mais distintas espécies de turistas, muito embora o destaque fique para as suas belas praias. Banhado pelo festejado mar do Caribe, o litoral venezuelano proporciona ótimas opções para quem procura desfrutar de areias claras e um límpido mar sem ter que desembolsar um grande investimento. Diante da proximidade com o país, é fácil encontrar turistas usufruindo das suas férias, ou mesmo fins-de-semana prolongados, nas belíssimas praias de Isla Margarita. A 35 minutos de vôo da capital Caracas, a ilha dispõe de dezenas de praias belíssimas, que, pela variedade de estilos, conseguem agradar a todos os gostos. Outro destino concorrido é Los Roques, arquipélago que oferece lagoas, areia branca, água cristalina e é paragem obrigatória para os adeptos do mergulho.

Para quem busca outro tipo de experiência, conhecer os Andes pode ser tornar uma excelente ideia. Uma boa opção é se hospedar na cidade de Mérida, de onde partem vários passeios para as cordilheiras. O principal deles é a subida ao Pico do Espelho, com mais de 4600m de altitude, que é feita por meio do mais alto e longo teleférico do mundo. Porém, antes de visitar o local, informe-se sobre o funcionamento.

Fazer compras também pode ser uma boa opção na Venezuela. O país também oferece casinos, para agradar aos turistas mais noturnos. Porlamar, na Isla Margarita, é o melhor destino se essas forem a sua escolha. Lembre-se, porém, que o bolívar é a única moeda aceite no comércio. Tome cuidado com o mercado negro; embora difundido e vantajoso na teoria, a prática é proibida e pode gerar problemas, não só perante a polícia, mas com a entrega de dinheiro falso. Para facilitar o câmbio, é recomendado trazer dólares americanos.

Por fim, nem sol de praia e mar a Venezuela vive. Conheça as impressionantes paisagens que inspiraram Conan Doyle a escrever O Mundo Perdido nos tepuys da tríplice fronteira com o Brasil e a Guiana e ver a maior cascata do planeta, o Salto Angel, com os seus mais de 900 metros de queda d'água.
Gastronomia
A cozinha contemporânea da Venezuela tem uma forte influência do legado colonial (dieta mediterrânea), sendo bastante variada. É o resultado da mistura cultural e gastronómica da Europa (especialmente de Espanha, Itália, França, Portugal); África, através de populações de escravos trazidos pelos espanhóis, e a gastronomia dos povos indígenas, que ocuparam e ocupam o território venezuelano, com o estilo indiano.

Pratos típicos sofrem alterações dependendo da região do país.

Arepa: Pão típico venezuelano que normalmente é frito ou grelhado. Pode ser preenchido como uma sanduíche.

Hayaca: sacos feitos com carne e farinha de milho enrolado em folha de bananeira. São servidos geralmente para o Natal.

Cachapa: a preparação de açúcar de milho, e água é semelhante a um típico panqueca.
Clima
O clima da Venezuela é tropical, com as estações caracterizadas mais pelo índice pluviométrico do que pela diferença de temperatura. Existem duas estações: inverno (chuvoso) e verão (seco). A temperatura média anual de Caracas é de 19,4°C. Nas montanhas, essa média é mais baixa, como em Mérida (18,4°C). Em alguns picos há neves eternas.
Segurança
Mantém-se a possibilidade de manifestações de protesto por todo o país, que poderão acarretar situações de confronto entre participantes e forças policiais. Desaconselha-se aos viajantes a participação nas manifestações, devendo manter-se à distância de qualquer concentração de pessoas.

Devido à crise económica que o país atravessa, regista-se uma hiperinflação e escassez de determinados produtos essenciais, nomeadamente bens alimentares e de higiene, assim como a serviços médicos e alguns medicamentos.

A Venezuela é um país que regista uma elevada taxa de criminalidade, com condições de segurança muito deficientes. A insegurança e a delinquência são consideráveis nas grandes cidades, principalmente em Caracas, incluindo o Aeroporto Internacional de Maiquetía.

Caracas é a cidade mais perigosa do país, onde a violência faz parte da vida quotidiana da população. Se a maioria dos crimes são cometidos nos barrios (bairros de lata que rodeiam a capital), nenhuma zona está isenta de riscos, incluindo o município de Chacao, tradicionalmente considerado mais seguro.

O Estado Carabobo também é considerado um dos Estados mais perigosos da Venezuela, registando-se importantes índices de criminalidade nomeadamente, nas cidades de Valê.
Saúde
A rede de saúde pública é de fraca qualidade, verificando-se frequente escassez de medicamentos e meios. Os preços são elevados nas clínicas e hospitais privados, onde se exigem garantias de apólices de seguros ou cobertura em espécie ou cartão de crédito.

Não existem problemas sanitários de maior na grande Caracas nem nos arquipélagos turísticos de Margarita e de Los Roques. Como a Venezuela é um país tropical húmido existe a possibilidade de contágio, por mosquitos, de malária, dengue e febre amarela, sobretudo nas zonas mais selvagens e remotas. Os casos de dengue são elevados no país. No que se refere à malária, pode constituir um risco acrescido de contração da doença visitar os Estados Amazonas, Apure, Barinas, Bolívar, Sucre, Táchira e Delta Amacuro.

Mais recentemente têm sido diagnosticados, pelas autoridades locais, casos de vírus Zika pelo que se recomenda o uso frequente de repelentes de insetos.

Recomenda-se a Consulta do Viajante, para esclarecimentos relativos a precauções a tomar relativamente a aspetos de saúde, nomeadamente no que respeita à malária.

É aconselhável a vacinação contra a cólera e a febre tifóide. Em caso de deslocação às zonas da selva amazónica, é recomendável a vacina contra a febre amarela. Recomenda-se o consumo de água mineral engarrafada, sem adição de gelo, e evitar a ingestão de alimentos vendidos em postos ambulantes.

É igualmente recomendado o uso de protetor solar adequado, apropriado para a irradiação forte do trópico, e a adoção de medidas preventivas contra picadas de mosquito, tais como mosquiteiros e repelentes. Em caso de febre (especialmente em temperaturas muito elevadas), é importante ter em conta que o dengue pode ser facilmente confundido com uma gripe. Em caso de erupção cutânea, é recomendável procurar exame médico imediato antes de tomar anti-inflamatórios.

Recomenda-se adquirir um seguro de viagem que inclua despesas médicas, repatriamento em ambulância aérea, ou transferência do paciente a outro país.
Electricidade e Telecomunicações
Electricidade
A eletricidade é de 120V e 60 Hz.
Aconselha-se ter um kit universal de adaptadores para as tomadas e de um conversor de corrente para aparelhos de 220V.

Telecomunicações
A rede telefónica fixa é fiável, bem como a dos telemóveis, apesar da sua limitada cobertura em zonas remotas.

Outros destinos turísticos mundiais

Toscana
Itália
Ilha do Sal, Cabo Verde
Cabo Verde
Ilhas Fiji
Fiji
Amazónia brasileira
Brasil

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Belo Horizonte - Minas Gerais
Brasil
La Paz, Bolivia
Bolívia
Puno
Peru
Ottawa, Canada
Canadá
Porquê reservar com CLUBE TRAVEL
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais