Pequim

Destino de férias cultural
Fotos de: Pequim
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
O que visitar
Consulados & Embaixadas
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Pequim
Pequim é a capital, bem como a segunda maior cidade da República Popular da China. Pequim, cujo nome em mandarim significa, literalmente, Capital do Norte, foi durante séculos, a mais populosa cidade do mundo. Situada ao norte do país, Pequim é famosa pela Cidade Proibida (em mandarim, 紫禁城; zǐ jìn chéng), um conjunto de palácios dos imperadores chineses construído no século XV.

A cidade foi capital do Império Chinês de 1421 a 1911. Em 1912, a capital foi transferida para Nanquim, e Pequim tomou o nome para Beiping (Wade-Giles: Peiping) (literalmente "Paz do Norte", em mandarim); Ocupada pelos japoneses entre 1937 e 1945, Pequim tornou-se novamente a capital da República Popular da China em 1949, com a denominação atual.
Turismo
Por sobre as muralhas vermelhas da Cidade Proibida, hoje guardadas pelo retrato gigante de Mao Tsé-tung, esconde-se o luxuoso Hall da Suprema Harmonia, de onde os imperadores do trono do dragão despachavam ordens para os seus domínios. A impressionante rede de palácios, jardins e portões fazem-nos mergulhar de imediato nas cenas de O Último Imperador, de Bernardo Bertolucci, um mundo onde reinava a intriga, a política e a grandiosidade. Esse imenso conjunto palaciano é o ponto de partida ideal para conhecer Pequim (Beijing) - e pode-se bem passar mais de um dia inteiro por aqui.

Logo em frente está a ampla Praça da Paz Celestial (Tianamen), célebre pelos protestos estudantis e demonstrações militares. Em torno dos fossos do palácio estão os tradicionais hutongs, bairros populares cheios de vida, aromas e sons. A sua formação em vielas, longos corredores e pátios nos remetem à Cidade Proibida, mas obviamente numa escala menor. Se quiser mais joias arquitetónicas, visite o extenso Palácio de Verão, com os seus nada acanhados lagos e edifícios, ou o simétrico e harmonioso Templo do Céu.

Mas nem só de tradições vive a China de hoje. No parque olímpico verá novos ícones da paisagem urbana, como o estádio Ninho de Pássaro, que junto com a sede da CCTV - projeto de Rem Koolhaas, e o Grande Teatro Nacional, descrevem as ambições atuais do país. Hoje as bicicletas começam a rarear, dando lugar a largas avenidas de cinco pistas, os hutongs são demolidos e os seus habitantes enviados para os subúrbios e simpáticos restaurantes familiares que vendiam baozis (pãezinhos recheados) fumegantes já cederam o seu lugar a enormes centros de compras. Mesmo o simpático cãozinho pequinês já não é visto com frequência. No entanto, o que felizmente ainda se vê são restaurantes que servem pratos do norte do país - pouco disseminados fora da região, além do delicioso Pato de Pequim, cuja pele laqueada, super crocante, é envolta em delicadas panquequinhas. Simplesmente imperdível. Para outras experiências gastronómicas, não deixe de visitar as barracas de rua de Wangfujing (cavalos-marinhos e escorpiões estão nos cardápios) ou as disputadas casas em Sanlitun.

Entre uma refeição e outra aproveite para fazer programas como assistir a um colorido espetáculo da ópera de Pequim ou uma apresentação do mirabolante circo imperial, sendo que esta última certamente entreterá toda a família. Passeios populares a partir da capital são as visitas a trechos da Grande Muralha, que vão de ruínas originais a seções totalmente reconstruídas, e as tumbas das dinastias Ming e Qing.
Gastronomia
A Gastronomia Chinesa trata-se de uma das mais ricas, devido à antiga tradição culinária que lhe está associada e que está amplamente representada em todo o mundo. Pode-se dizer que originalmente é proveniente de várias regiões da China, e que se expandiu posteriormente para outras partes do mundo, desde Ásia, continente americano e Europa.

A China é um pais ainda desconhecido para o Ocidente, cheio de magia e de segredos por descobrir. A gastronomia chinesa tem muitas variedades, 8 para se ser mais preciso, são elas: Shandong, Sichuan, Guangdong, Fujian, Jiangsu, Zhejiang, Hunan e Anhui.


A variedade da comida chinesa é tal que até as diferentes cozinhas e gastronomias regionais têm as suas próprias e intermináveis listas de especialidades diferentes e estilos culinários tradicionais, desde a cantonesa até à cozinha de Shandong, Yangzhou, Sichuan, Xinjiang ou Yunnan.
Outros destinos turísticos em:
China
China

Outros destinos turísticos mundiais

Noruega
Noruega
Valparaíso, Chile
Chile
Tailandia
Tailândia
Colômbia
Colômbia

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Gante, Bélgica
Bélgica
Arequipa, Peru
Peru
Castro - Ilha de Chiloé
Chile
Hanói
Vietname

Porquê reservar com CLUBE TRAVEL
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais